O que muda para os advogados com o Novo CPC?

Definitivamente não procede a afirmação de que “quase nada mudou”. A postura acomodada em relação ao Novo Código deve ser abandonada rapidamente. É com essa preocupação que o advogado Paulo Osternack Amaral faz despretensioso alerta acerca de alguns (mas não os únicos) impactos que o CPC de 2015 trará para a atividade dos advogados. Leia mais.

São Paulo
Jardim Botânico