Monopólio e concorrência – criação e compartilhamento de infraestruturas

Desde a reforma constitucional promovida no Brasil durante a década de 1990, a criação de ambientes concorrenciais tem sido vista como a melhor solução para desenvolver os setores econômicos mais atravancados. O estímulo a investimentos na infraestrutura e o compartilhamento das infraestruturas essenciais existentes (monopólios naturais) têm sido temas recorrentes. Em contrapartida, surge o risco da concentração de poder econômico e da substituição de monopólios públicos por monopólios privados, tão ou mais nocivos. Confira a reflexão de Alexandre Wagner Nester sobre o assunto.

São Paulo
Jardim Botânico