Cláusula compromissória em título executivo extrajudicial

Tema que tem causado perplexidade diz respeito à existência de uma cláusula arbitral em um título executivo extrajudicial. No caso de surgir um conflito acerca do contrato, as partes devem submeter a solução da controvérsia ao juízo arbitral (fazendo valer a cláusula compromissória) ou executar desde logo o título executivo extrajudicial perante o juízo estatal (tal como garante o Código de Processo Civil)? O artigo do advogado Paulo Osternack Amaral propõe uma possível solução para esse impasse.

São Paulo
Jardim Botânico