A boa-fé na fase pré-contratual: uma perspectiva do direito inglês

O Direito Contratual da grande maioria dos países preza por condutas pautadas na boa-fé. Nos sistemas de Civil Law, os ordenamentos incorporam esse princípio, assim como no Common Law, em que legislações foram instituídas para abrangê-lo. Além disso, convenções internacionais como a CISG (Convention of International Contracts of Sales of Goods) concedem status privilegiado à boa-fé. Entretanto, o Direito Inglês, por considerar a boa-fé demasiada vaga e incerta, não a considera essencial nas relações pré-contratuais. Nesse contexto, confira o artigo de Mayara Gasparoto Tonin.

São Paulo
Jardim Botânico